Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 29/04/2014
  • 23:31

Maduro anuncia aumento de 30% no salário mínimo na Venezuela

Medida entra em vigor a partir da próxima quinta-feira

  • Comentários
  • Agência Brasil

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta terça-feira um aumento de 30% no valor do salário mínimo para trabalhadores e pensionistas. Com a medida, que entrará em vigor na próxima quinta-feira, dia 1º de maio, o salário mínimo venezuelano passará para 4.251 bolívares. Ele anunciou também a mudança do nome do Ministério do Trabalho para Ministério de Proteção do Processo Social do Trabalho.

O anúncio foi feito durante reunião com representantes de setores sindicais, empresários privados e funcionários de empresas públicas, no fim da tarde, no Palácio de Miraflores, em Caracas. É o segundo aumento salarial que o governo anuncia neste ano.

O presidente também convocou uma marcha de trabalhadores para 1º de maio. “Vale mais que ouro a qualidade do emprego e a capacidade de gerar emprego estável e protegido. Mostramos que é possível fazer isso, e agora vamos todos para esta marcha de trabalhadores da classe trabalhadora”, afirmou.

Maduro contabilizou que durante o governo de Hugo Chávez e em sua gestão foram dados 25 aumentos de salário mínimo e pensões, para combater a inflação. A inflação de 2013 foi superior a 50%, e nos três primeiros meses deste ano já ultrapassa 10%.

Sobre a mudança no nome do ministério, o presidente venezuelano disse que a medida fortalece o “propósito” do governo de entrar em sintonia com a visão de trabalho socialista bolivariano.

Bookmark and Share