Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 02/05/2014
  • 08:16
  • Atualização: 08:49

Policial e soldado morrem em atentados no Egito

Bomba explodiu no Cairo após ataque no Sinai

Policial foi vítima de bomba lançada no Cairo | Foto: Khaled Desouki / AFP / CP

Policial foi vítima de bomba lançada no Cairo | Foto: Khaled Desouki / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Um policial egípcio morreu vítima de uma bomba lançada por desconhecidos nesta sexta-feira no Cairo, horas depois de dois atentados nos quais um soldado faleceu no Sinai, anunciou o ministério do Interior.

As forças de ordem egípcias são alvo regular de atentados reivindicados por grupos jihadistas, que dizem se vingar, assim, da repressão desencadeada pelas autoridades contra os partidários do ex-presidente islamita Mohamed Mursi, deposto pelo exército no dia 3 de julho do ano passado.

No Sinai, reduto destes grupos insurgentes, um suicida detonou sua bomba em um posto de controle da polícia e do exército em El Tor, no sul da península, a uma centena de quilômetros das estações balneárias do Mar Vermelho, incluindo o emblemático Sharm el-Sheikh.

Um soldado morreu e seis policiais ficaram feridos, segundo autoridades das forças de segurança. Praticamente ao mesmo tempo, cinco civis, todos egípcios, ficaram feridos em outro atentado suicida contra um ônibus em uma estrada vizinha.

Pouco depois no Cairo, uma bomba explodiu em um posto da polícia de tráfego, matando um funcionário e ferindo três policiais, afirmou um funcionário do ministério do Interior.

O ataque ocorreu no bairro de Heliópolis, no norte da capital, no dia da oração para os muçulmanos e quando havia menos tráfego, afirma um porta-voz do ministério.

Bookmark and Share


TAGS » Internacional, Egito