Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
17º 25º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/05/2014 18:31 - Atualizado em 05/05/2014 18:32

Genoino recorre ao STF para voltar à prisão domiciliar

Ex-deputado foi condenado a quatro anos e oito meses em regime semiaberto no processo do mensalão

Genoino recorre ao STF para voltar à prisão domiciliar<br /><b>Crédito: </b>  Wlilson Dias  / Agência Brasil / CP
Genoino recorre ao STF para voltar à prisão domiciliar
Crédito: Wlilson Dias / Agência Brasil / CP
Genoino recorre ao STF para voltar à prisão domiciliar
Crédito: Wlilson Dias / Agência Brasil / CP

A defesa do ex-deputado José Genoino recorreu nesta segunda-feira junto ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir que Genoino retorne a cumprir pena em regime domiciliar. Na semana passada, o ex-deputado voltou a cumprir pena no Presídio da Papuda, no Distrito Federal, por determinação do presidente do Supremo, Joaquim Barbosa.

Na petição, os advogados reafirmaram que o sistema penitenciário não tem condições de oferecer tratamento médico adequado a Genoino. A defesa também afirmou que a melhora nas condições de saúde do ex-deputado deve-se à permanência na prisão domiciliar.

• Genoino se entrega e vai cumprir pena na penitenciária da Papuda no DF
• Barbosa é responsável por vida de Genoino, diz presidente do PT

"A considerar todas as manifestações apresentadas, bem como as salvaguardas apresentadas inclusive nos laudos emitidos pelos peritos, indicados pelo presidente do STF, verifica-se claramente a necessidade de manutenção deste peticionante (Genoino) em prisão domiciliar, em caráter humanitário.", disse a defesa.

Genoino foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto na Ação Penal 470, o processo do mensalão, mas cumpria prisão domiciliar temporária, desde dezembro do ano passado, devido ao seu estado de saúde. Ele tem problemas cardíacos.

O ex-parlamentar teve prisão decretada em novembro do ano passado e chegou a ser levado para a Papuda. Mas, por determinação de Barbosa, ganhou o direito de cumprir prisão domiciliar temporária. Durante o período em que ficou na Papuda, o ex-deputado passou mal e foi levado para um hospital particular.

Bookmark and Share


Fonte: Agência Brasil






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.