Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 05/05/2014
  • 20:17

Polícia espera laudo de ossada que pode ser de comerciante morto em Canela

Peixoto foi morto a pauladas e teve o corpo carbonizado

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

A Polícia Civil espera o laudo da perícia para comprovar se a ossada localizada em Caxias do Sul no fim da semana passada é do comerciante Sílvio Peixoto. Peixoto foi morto a pauladas e teve o corpo carbonizado em Canela, na Serra, no começo de abril. O material foi encontrado em um matagal na região de São José da Grota, no distrito de Vila Oliva, em Caxias do Sul.

O delegado Vladimir Medeiro chegou até o local acompanhado de um dos investigados pelo crime. Silvio Peixoto foi assassinado por dois irmãos. Um está preso em Canela e o segundo segue foragido. Para a Polícia, a dupla assassinou o Peixoto para levar cerca de R$ 700 da carteira do comerciante. A versão, porém, não é confirmada pelo suspeito preso.

Além da ossada, materiais semelhantes já haviam sido recolhidos em um forno de secagem de fumo em uma propriedade da família dos suspeitos. A vítima foi morta em um terreno, na divisa entre Canela e Gramado, que pertence aos familiares da dupla investigada. Em 23 de abril, a caminhonete Blazer da vítima foi encontrada abandonada e carbonizada.

Bookmark and Share