Porto Alegre, terça-feira, 25 de Novembro de 2014

  • 07/05/2014
  • 08:28
  • Atualização: 08:43

FMI envia primeira parcela de ajuda financeira à Ucrânia

Valor de 3,19 bilhões de dólares deverá ser usado para saldar dívida com Rússia

  • Comentários
  • AE

A Ucrânia recebeu a primeira parte do pacote de emergência aprovado na semana passado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo informou nesta quarta-feira o Banco Nacional da Ucrânia, foi disponibilzado 3,19 bilhões de dólares dos 17 bilhões de dólares prometidos. 

Os recursos poderão ser usados para pagar parte da dívida de 3,5 bilhões de dólares que a Ucrânia acumulou por suprimentos de gás natural comprados da Rússia. A produtora russa de gás Gazprom deu a Kiev até esta quarta-feira para saldar sua dívida e ameaçou cobrar antecipadamente por futuras cargas se a Ucrânia falhar no pagamento.

O presidente do Banco Nacional da Ucrânia, Stepan Kubiv, havia dito no começo da semana que um bilhão de dólares da primeira parcela seriam usados para reforçar as reservas cambiais e em ouro do país, com o objetivo de sustentar a moeda local, a grívnia. Isso significa que 2,19 bilhões de dólares poderão ser destinados para a Gazprom.

No mês passado, a Rússia quase dobrou o preço cobrado pelo gás vendido à Ucrânia, de 268,50 de dólares para 485,50  de dólares por mil metros cúbicos do produto. A Gazprom fornece cerca de 30% do gás consumido na Europa. Em torno de metade desse total é transportado através da Ucrânia.

Bookmark and Share