Correio do Povo

Porto Alegre, 3 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/05/2014 09:15 - Atualizado em 08/05/2014 09:30

Ex-ministro de Berlusconi detido por ajudar na fuga de cúmplice da máfia

Claudio Scajola foi localizado em hotel de Roma

A justiça italiana anunciou nesta quinta-feira a detenção de Claudio Scajola, ex-ministro em vários governos de Silvio Berlusconi, por ajudar um cúmplice da máfia calabresa, Amedeo Matacena, a esconder seus bens e fugir do país. "Pesam graves suspeitas sobre as pessoas envolvidas, entre elas a mãe de Matacena e a secretária de Scajola, que ajudaram o empresário Matacena a esconder seus bens vinculados à máfia calabresa, a "Ndrangheta, e a fugir do país", afirma um comunicado da promotoria antimáfia de Reggio Calabria.

Matacena, condenado a cinco anos de prisão por cumplicidade com a máfia, está atualmente em Dubai. Scajola teria tentado ajudá-lo a sair do emirado para entrar no Líbano, segundo a imprensa italiana. O ex-ministro, detido durante a madrugada em um hotel de Roma, está sendo interrogado pela polícia. Claudio Scajola foi ministro do Interior e do Desenvolvimento Econômico, entre outras pastas, em vários governos do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi entre 2001 e 2010.

Berlusconi disse que estava "desolado" com a detenção do político de direita da região de Liguria. Na Itália, Scajola é famoso por dois escândalos que o obrigaram a renunciar ao posto de ministro.

Em julho de 2002, o então ministro do Interior ofendeu o professor Marco Biagi, que era consultor do governo e foi assassinado em março do mesmo ano pelas Brigadas Vermelhas, pouco depois de Scajola ter retirado os seguranças do professor. Quando ocupava a pasta do Desenvolvimento Econômico (2008-2010), Scajola teve que renunciar após a divulgação da compra duvidosa de um apartamento de luxo perto do Coliseu.

Bookmark and Share


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.