Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 08/05/2014
  • 12:51
  • Atualização: 12:59

Oito pessoas da mesma família morrem em incêndio na Argentina

Casal e crianças com idades entre quatro e 13 anos moravam em Merlo

  • Comentários
  • AFP

Oito pessoas da mesma família morreram no incêndio de uma casa na Argentina. A suspeita é de que o ex-marido da mulher tenha provocado o incêndio que acarretou na morte de um casal e seis crianças com idades entre 4 a 13 anos, declarou nesta quinta-feira um chefe dos bombeiros.

"No momento do incêndio, estavam na casa uma mulher de 38 anos e um homem de 31, além dos cinco filhos da mulher do relacionamento anterior e um do atual", disse à imprensa Hugo Santillan, chefe dos bombeiros do departamento de Merlo, cidade da província de Buenos Aires, na periferia da capital.

Santillan indicou que "três pessoas morreram no local e as outras no hospital para onde foram levadas ainda vivas, mas os esforços médicos não foram bem sucedidos”. A família vivia em meio à pobreza, em condições precárias de habitação, sem janelas e com uma única porta que estava fechada.

Os bombeiros foram incapazes de abrir a porta e precisaram derrubar parte da parede para o resgate. "A polícia não descarta nenhuma hipótese e especialistas tentam determinar se o incêndio foi intencional", declarou o secretário-geral da prefeitura de Merlo, Ricardo Giacomino, quando perguntado sobre a suspeita que paira sobre o ex-marido, cujo paradeiro é desconhecido. Nesse sentido, ele lembrou que o homem foi recentemente preso por violência doméstica contra a vítima.

Bookmark and Share