Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 09/05/2014
  • 19:13
  • Atualização: 19:14

Servidores do Judiciário Federal do Estado decidem entrar em greve

Principais reivindicações incluem data-base, negociação coletiva e reposição de perdas no salário

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Sul, que compreende as justiças do Trabalho, Federal, Eleitoral e Militar, aprovaram, em assembleia geral, a entrada da categoria em greve por tempo indeterminado, a partir de 15 de maio.

Os servidores permanecem em campanha salarial unificada, junto de categorias do Executivo Federal, desde janeiro. Já entraram em greve servidores do Judiciário Federal de Bahia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Os de São Paulo também aderem no dia 15.

As principais reivindicações dos servidores públicos federais incluem data-base, negociação coletiva e reposição de perdas no salário. Na pauta específica do Judiciário, estão a exigência do fim propostas de carreira exclusiva para servidores dos tribunais superiores (STF, STJ, TST, TSE), que propõe a criação de salários maiores para os servidores do STF, e do fim da tramitação, no Congresso Nacional, da proposta de emenda constitucional 59/13, que propõe a criação de um Estatuto do Servidor do Judiciário. A categoria entende que o texto pode significar a retirada de direitos dos servidores.

Bookmark and Share