Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 11/05/2014
  • 19:20

Faturamento no Dia das Mães fica abaixo do previsto

Áreas de confecção e calçados faturaram menos, conforme Associação Gaúcha do Varejo

  • Comentários
  • Karina Reif / Correio do Povo

O faturamento do comércio no Dia das Mães ficou abaixo do esperado. Segundo a Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), os consumidores optaram por produtos mais baratos. “A redução do ticket médio
acaba refletindo”, afirma o presidente da entidade, Vilson Noer. A expectativa é que as vendas chegassem a R$ 359 milhões, 7% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado. No entanto, o percentual não deverá passar de 6%.

“É uma data muito forte. Nenhuma mãe deixou de ganhar presente, mas foram produtos mais baratos”, ressaltou. Com isso, as áreas de confecção e de calçados foram prejudicadas. Por outro lado, os setores de cosméticos e
assessórios tirou vantagem. As razões para a economia dos filhos foi a inflação que está em alta e o clima. Normalmente, faz frio na época dos Dia das Mãe e, dessa vez, a temperatura está amena, o que não motivou a venda de roupas pesadas, geralmente mais caras.

“A associação da falta frio e a preocupação com os preços, pois a inflação está na mente da população, acabou resultando na queda”, avaliou. A aposta para a recuperação é a comercialização do varejo no Dia dos Namorados. “É
uma data que ultimamente tem bastante significado e chega a alcançar o patamar do Dia das Mães”, observou.

Bookmark and Share