Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 13/05/2014
  • 16:01
  • Atualização: 16:03

MP emite parecer favorável a que indiciados permaneçam presos

Inquérito sobre a morte de Bernardo foi entregue pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

O Ministério Público de Três Passos concedeu parecer favorável à prisão preventiva de Leandro Boldrini, Graciele Ugulini e Edelvânia Wirganovicz, indiciados nesta terça-feira pelo homicídio e ocultação do cadáver do menino Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos. No parecer, a promotora Dinamárcia Maciel de Oliveira destacou três pontos: a garantia da ordem pública, a conveniência da instrução criminal e a aplicação da lei penal.

• Leia mais sobre o caso Bernardo

“A ordem pública está abalada na Comarca, como nunca se viu ou teve notícia. A comoção é geral e várias pessoas se dizem capazes de atos de violência contra todos os suspeitos, caso esses sejam postos em liberdade”, frisou a promotora. Além disso, ela alertou que “algumas testemunhas inquiridas relataram o medo e o temor que tinham de sofrer represálias por parte do casal”.

Dinamárcia também lembrou que Leandro Boldrini e Graciele dispõem de “patrimônio, cultura e contatos suficientes para empreenderem fuga, especialmente por fronteiras terrestres livres na vizinha Argentina ou mesmo no Uruguai, caso sejam postos em liberdade”. Nesta terça-feira, o Ministério Público recebeu a íntegra do inquérito policial entregue à Justiça. A expectativa é de que o órgão formalize a denúncia até sexta-feira.

Bookmark and Share