Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 13/05/2014
  • 18:43
  • Atualização: 18:56

Empresa demite operários, mas garante retomar ampliação do aeroporto

Terceirizada será contratada para que cronograma original do projeto seja mantido

  • Comentários
  • Samantha Klein / Rádio Guaíba

Os últimos dez operários em greve da obra de ampliação do Aeroporto Internacional Salgado Filho tiveram os contratos rescindidos nesta terça-feira e se desligaram da empresa Espaço Aberto, nesta terça-feira. Apesar da falta de funcionários, a construtora garante a retomada da construção na próxima manhã. Conforme o engenheiro José Rui Bonatto, uma terceirizada subcontratada vai fornecer mão-de-obra para finalizar as fundações.

“Ainda não posso dizer quando será finalizada esta primeira etapa de estaqueamento para não errar. Por outro lado, já estamos fazendo a contratação de compra de elevadores, escadas rolantes. Contatos com os fornecedores estão sendo realizados. Não vamos prejudicar a Infraero, a empresa vai assumir a responsabilidade de colocar a obra em dia”, garantiu o responsável pela obra.

Em função de uma série de atrasos nos pagamentos, um grupo de mais de 20 trabalhadores já havia se desligado da obra. Os funcionários terceirizados fizeram duas greves desde que as obras começaram, em outubro do ano passado. “É cansativo todo mês ter que cobrar o pagamento através de pressão, em vez de receber em dia. Por isso, esses trabalhadores foram embora”, destacou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada, Isabelino Garcia dos Santos.

As obras de ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Salgado Filho iniciaram em setembro de 2013, orçadas em R$ 181 milhões. A Infraero já multou a Espaço Aberto em função de atraso no cronograma, como prevê o contrato. O prazo é de dois anos e quatro meses para que a obra fique pronta. Outros três meses foram estipulados para os últimos detalhes. O cronograma original prevê que a construção seja entregue até maio de 2016.

Bookmark and Share