Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 13/05/2014
  • 19:22
  • Atualização: 19:29

Estudantes que acamparam no Direito da Ufrgs fazem mais uma assembleia

Universitários querem anular concurso para professor

  • Comentários
  • Vitória Famer / Rádio Guaíba

Os estudantes de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) acampados há mais de uma semana em salas da direção da faculdade, fazem mais uma assembleia hoje à noite. A mobilização se iniciou ainda no fim do ano passado, quando foram apontadas irregularidades em um concurso para docente na disciplina de Criminologia e Direito Penal.

Segundo os integrantes do Centro Acadêmico André da Rocha (CAAR), amanhã, às 12h, ocorre uma segunda reunião com a Comissão Paritária, formada por servidores, professores e estudantes. Após protocolarem um pedido de encontro com a Reitoria, os alunos esperaram ontem se encontrar com um representante da universidade, que não foi enviado. Com o cancelamento da reunião, eles mantiveram a ocupação.

Na semana passada, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) se reuniu para discutir a possibilidade de anulação do resultado, mas, após um pedido de vista de um dos conselheiros, a votação foi adiada por 15 dias.

Entenda o caso

Os estudantes iniciaram a mobilização em dezembro de 2013 após apontarem irregularidades no concurso para docente da disciplina de Criminologia e Direito Penal. Eles exigem a anulação do concurso, a abertura de um processo administrativo e o afastamento de parte dos integrantes da direção.

Durante o processo seletivo, de acordo com os universitários, um dos integrantes da banca deu nota máxima a apenas um candidato e atribuiu conceito baixo aos demais concorrentes. Os outros dois examinadores, conforme os estudantes, se declararam constrangidos em assinar a ata e se manifestaram a favor da não homologação do concurso.

Bookmark and Share


TAGS » Ufrgs