Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 14/05/2014
  • 09:02
  • Atualização: 09:03

Transportadores de tele-entulho fazem novo protesto na Capital

Paralisação de trabalhadores do setor segue por tempo indeterminado

  • Comentários
  • Jerônimo Pires / Rádio Guaíba

A Associação dos Transportadores de Caçambas Estacionárias de Porto Alegre organiza, nesta quarta-feira, uma nova carreata. O protesto deve ocorrer de manhã, na Rótula das Cuias, rotatória entre as avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Aureliano Figueiredo Pinto. Na terça-feira 62 veículos conhecidos como tele-entulhos saíram em carreata no período da tarde e bloquearam o trânsito.

Conforme a presidente da entidade, Guacira da Silva, a única área que era usada para triagem, em Canoas, fechou. A categoria usa agora uma área de transbordo na Lomba do Pinheiro, na zona Leste de Capital. Para descartar o lixo das caçambas, cada empresa precisa pagar R$ 102 por tonelada. Uma segundo local fica na Avenida das Indústrias, na zona Norte, mas somente restos de obras, caliças e entulhos podem ser depositados nessa área. Em média, o valor cobrado pelo serviço de caçamba varia de R$ 180 a R$ 200.

Na manhã desta quarta-feira, os trabalhadores chegaram a demorar uma hora para fazer o descarte do material, devido à falta de oferta de local de transbordo, o que causou congestionamento na Lomba do Pinheiro.

Soluções da Prefeitura

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Porto Alegre informou que trabalha para liberar uma área de descarte adequado em um terreno que pertence à empresa MecaniCapina, na rua João Paris, 620, na zona Norte. A empresa já pagou o documento de arrecadação municipal para abrir o processo, em 14 de abril, mas ainda não há prazo para que o local seja liberado.

Bookmark and Share


TAGS » Protesto, Geral