Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 15/05/2014
  • 18:15
  • Atualização: 18:20

Justiça manda soltar motorista que atropelou menino em Atlântida Sul

Guilherme de Souza Fidelis estava preso na Penitenciária Modulada Estadual de Osório

  • Comentários
  • Vitória Famer / Rádio Guaíba

O juiz Juliano Breda, de Osório, concedeu liberdade provisória para o motorista Guilherme de Souza Fidelis, de 21 anos, que atropelou Matheus Closs, de nove, na tarde dessa quarta, no balneário de Atlântida Sul, no Litoral Norte. O menino, que tentou atravessar um cruzamento na faixa de segurança, não resistiu e faleceu no local.

O titular das Delegacias de Polícia de Atlântida Sul e Osório, delegado Gustavo Brentano, adiantou que o motorista vai responder ao processo em liberdade. O policial deixou claro que não teve acesso à decisão do juiz. Guilherme havia sido levado à Penitenciária Modulada Estadual de Osório.

De acordo com o delegado, testemunhas afirmaram que Matheus foi atingido em uma esquina da avenida Paraguassú. Matheus seguia para a casa ao deixar a Escola Municipal José Paulo da Silva. De acordo com o delegado, os moradores contaram que, além de estar em alta velocidade, o motorista cruzou a esquina olhando para o lado e cumprimentando pessoas de um mercado onde já havia trabalhado.

O jovem só freou depois do impacto, mas a criança foi arrastada por cerca de 20 metros. Já o caminhão, só foi parado a cerca de 60 metros do acidente. Fidelis foi autuado em flagrante por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

Moradores de Atlântida Sul tentaram linchá-lo, mas foram impedidos pela Brigada Militar. O carro particular do caminhoneiro apareceu queimado em seguida.

Bookmark and Share