Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 15/05/2014
  • 20:12
  • Atualização: 20:34

Municipários da Capital devem entrar em greve a partir de 2 de junho

Assembleia geral em 29 de maio pode redefinir posição

Assembleia geral em 29 de maio pode redefinir posição | Foto: Rita Garrido / Especial CP

Assembleia geral em 29 de maio pode redefinir posição | Foto: Rita Garrido / Especial CP

  • Comentários
  • Vitória Famer / Rádio Guaíba

Os municipários de Porto Alegre aprovaram, em assembleia, na tarde desta quinta-feira, um indicativo de greve a partir de 2 de junho. Uma assembleia, em 29 de maio, deve ser realizada para ratificar ou não a paralisação, dependendo do que for negociado até lá.

Durante a quinta, os servidores paralisaram as atividades em protesto contra a proposta de reajuste feita pelo governo municipal. Pela manhã, mais de mil municipários estiveram no Paço Municipal para cobrar do prefeito José Fortunati o atendimento às reivindicações da categoria. Após o ato, os manifestantes fizeram um abraço ao prédio da Prefeitura e saíram em caminhada pelas ruas do Centro.

A categoria pede reajuste salarial de 20%, aumento no vale-alimentação para R$ 23, implantação de plano de carreira com isonomia salarial, fim das terceirizações e realização de concurso público. Já a proposta do governo prevê reposição parcelada da inflação (IPCA), com 2,5% em maio e o restante em janeiro de 2015. O percentual também é aplicado ao vale-alimentação, configurando um reajuste de R$ 0,97.

Bookmark and Share


TAGS » Greve, Geral