Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 15/05/2014
  • 20:12
  • Atualização: 20:15

Liberado jovem sem CNH que matou empresário atropelado em Garibaldi

Condutor vai responder por homicídio com dolo eventual e omissão de socorro

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A Justiça liberou da prisão o jovem de 18 anos que conduzia um Vectra, sem carteira de habilitação, e matou atropelado, na noite desta quarta-feira, o empresário Antônio Bortolini, de 59 anos, em Garibaldi, na Serra. O delegado Clovis Rodrigues informou que, apesar de concordar com o flagrante, o juiz do caso entendeu que o motorista deve responder ao processo em liberdade pelo fato de ter residência fixa e não possuir antecedentes. O policial adiantou que vai indiciar o jovem pelos crimes de homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de matar), em função da falta de CNH, e de omissão de socorro.

Diretor industrial da Bortolini, que fabrica móveis de escritório, o empresário foi atingido pelo veículo na rua Buarque de Macedo, no bairro Alfândega. O Corpo de Bombeiros Voluntários de Garibaldi foi acionado e socorreu a vítima, que morreu no Hospital Beneficente São Pedro. O condutor foi preso em seguida, na rua Manoel Peterlongo Filho, na área central, depois de fugir do local do acidente. Na delegacia, o jovem alegou ter se distraído ao atender ao telefone celular.

Conhecido na Serra, Antônio Bortolini também era diretor da Indústria da CIC, de Garibaldi. “Estamos de luto pelo empreendedor que foi um exemplo de dedicação ao trabalho e sempre disposto a contribuir para o conhecimento e desenvolvimento de novos caminhos em sua empresa e para a comunidade de Garibaldi”, manifestou-se a entidade, em uma nota oficial. O empresário deixa esposa e três filhos.

Bookmark and Share


TAGS » Acidente, Polícia