Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Saúde

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

15/05/2014 23:08 - Atualizado em 15/05/2014 23:24

Prefeitura concede licenças para ampliar o Hospital de Clínicas nesta sexta-feira

Emergência opera com o triplo da capacidade e restringe atendimento

A Prefeitura de Porto Alegre prevê entregar nesta sexta-feira as licenças para o início da ampliação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Nos dois prédios, que terão a área ampliada em 70%, serão remodeladas as instalações de unidades críticas, como a Emergência e o Bloco Cirúrgico. O Centro de Tratamento Intensivo deve dobrar o número de leitos – de 54 para 110. A emergência, hoje de cerca de 1,7 mil m², passa a ter mais de 5 mil m².

O ambulatório, que oferece diariamente 1,2 mil consultas a pacientes do Sistema Único de Saúde, vai ser ampliado e modernizado. Hemodinâmica, hospital-dia, endoscopia e fisiatria também estão entre as áreas assistenciais a serem beneficiadas com a intervenção. Com a liberação de espaços no edifício principal, o Clínicas estima instalar mais 150 leitos de internação. Cada um dos novos prédios também deve contar dois subsolos com estacionamento, ampliando as 180 vagas oferecidas hoje para 772.

A previsão de término da ampliação é de três anos e meio. O Consórcio Tratenge-Engeform assumiu o projeto. No total, 249 árvores terão de ser removidas do terreno. Como compensação ambiental, serão plantadas árvores de espécies variadas no entorno do hospital. A obra é orçada em R$ 408 milhões, oriundos de verba do governo federal.

Emergência opera com o triplo da capacidade e restringe atendimento

A ala adulta da emergência do Clínicas de Porto Alegre (HCPA) operou nesta quinta-feira com o triplo da capacidade. Eram 165 doentes graves em um local preparado para receber 49. A administração pede que os usuários colaborem, procurando, em casos mais simples, outros hospitais ou postos de saúde. Enquanto perdurar a situação, serão atendidos somente casos de risco iminente de morte e pacientes que chegarem via SAMU.

Bookmark and Share

Fonte: Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.