Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 20/05/2014
  • 23:38
  • Atualização: 23:46

Servidores ocupam Câmara de São Leopoldo

Decisão foi tomada por falta de propostas de reajuste e ausência do prefeito em reunião

Decisão foi tomada por falta de propostas de reajuste e ausência do prefeito em reunião | Foto: Stephany Sander/Especial CP

Decisão foi tomada por falta de propostas de reajuste e ausência do prefeito em reunião | Foto: Stephany Sander/Especial CP

  • Comentários
  • Stephany Sander/Correio do Povo

Um grupo de servidores municipais ocupou, no final da tarde desta terça-feira, a Câmara de Vereadores de São Leopoldo. Segundo a presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais, Aida Souza, a categoria, que conta com professores, funcionários da saúde, agentes e fiscais de pastas como Obras e Trânsito, manterá a greve e deve permanecer no local até quinta-feira.

“A decisão ocorreu após a reunião que tivemos com representantes da prefeitura durante a manhã. Nenhuma proposta nova foi apresentada, então optamos por esta ocupação.” Os servidores decidiram também suspender parcialmente as atividades até o próximo encontro com o Executivo, agendado para as 14h de quinta-feira. “A suspensão será parcial, pois não queremos prejudicar mais ainda a população”, afirmou Aida.

Das 8h às 12h desta terça-feira, os funcionários realizaram ato em frente ao prédio da prefeitura. A ação teve início antes do encontro entre representantes dos servidores com o governo, que ocorreu às 9h. A ausência do prefeito Aníbal Moacir, do vice, Daniel Daudt Schaefer, e do secretário de Gestão e Governo, Valdir Mattos, causou indignação na categoria.

Por meio de sua assessoria, a prefeitura informou que, no próximo encontro, o prefeito e o vice devem estar presentes. Sobre as reivindicações, que incluem aumento real de 20% e plano de saúde, o Executivo afirma que as demandas estão em avaliação.


Bookmark and Share