Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 21/05/2014
  • 08:38
  • Atualização: 08:59

Hemodiálise do hospital de Osório só deve reabrir na sexta

Caixas d'água ainda precisam ser limpas e higienizadas

Caixas d´água ainda precisam ser limpas e higienizadas | Foto: Tarsila Pereira / CP Memória

Caixas d´água ainda precisam ser limpas e higienizadas | Foto: Tarsila Pereira / CP Memória

  • Comentários
  • Jerônimo Pires / Rádio Guaíba

Estava prevista para esta quarta-feira a reabertura da ala de hemodiálise do Hospital de Beneficência São Vicente de Paulo, em Osório, no entanto, por conta de um imprevisto, será preciso pelo menos mais dois dias para a reabertura da do local. Um transformador de energia elétrica explodiu no sábado e o incidente gerou um incêndio no segundo andar do prédio, que foi todo evacuado.

De acordo com o presidente da instituição, Francisco Moro, as caixas d’água precisam ser limpas e higienizadas e o produto que é colocado para isso, passa por um tratamento especial. Uma rede de energia independente foi fornecida para o setor e os trabalhos realizados pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) de instalação da rede provisória foram concluídos ainda nesta manhã. Dois postes de luz foram anexados ao hospital, um dentro da unidade e outro do lado de fora. Geradores foram alugados pela administração do local.

Assim que ocorrer a liberação da ala de hemodiálise, a direção vai comunicar os pacientes sobre a reabertura da unidade. Aproximadamente 180 pessoas fazem tratamento semanal no espaço. O hospital é referência na especialidade (filtragem do sangue em pacientes portadores de insuficiência renal).

O presidente Francisco Moro não deu data específica para garantir a reabertura total do São Vicente de Paulo. Segundo ele, até a administração da casa de saúde está dificultada.

Bookmark and Share