Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 21/05/2014
  • 13:00
  • Atualização: 13:11

Site de Yoani Sánchez é bloqueado em Cuba

Portal foi lançado nesta quinta-feira em um desafio ao controle exercido pelo governo

Site de Yoani Sánchez é bloqueado em Cuba | Foto: Nelson Antoine/ Fotoarena/ Folhapress / CP

Site de Yoani Sánchez é bloqueado em Cuba | Foto: Nelson Antoine/ Fotoarena/ Folhapress / CP

  • Comentários
  • AFP

O novo site de notícias "14ymedio" da blogueira opositora Yoani Sánchez foi bloqueado nesta quarta-feira nos servidores cubanos três horas depois de ter sido lançado na internet. O conteúdo que aparecia nas máquinas cubanas não era o genuíno, mas uma página chamada "Yoanislandia.com", que continha ataques contra a famosa blogueira opositora cubana e incluía diversos artigos assinados por governistas.

O site foi lançado por Sánchez às 8h locais (9h de Brasília) e o bloqueio teve início às 11h (12h de Brasília) comprovaram utilizando servidores em outros países é possível visualizar o conteúdo original da página. "Yoani Sánchez só pensa no dinheiro, descobre tardiamente um de seus tradutores", era o título da principal matéria da página substituta, em alusão a uma disputa entre a blogueira e seu tradutor italiano.

Esta página, com o mesmo endereço URL que a original de Sánchez, continha ainda artigos assinados por Iroel Sánchez e M.H. Lagarde, dois conhecidos blogueiros cubanos. "Este é um site de pessoas fartas de que Yoani Sánchez se apresente como a Madre Teresa de Calcutá dos dissidentes cubanos", dizia uma mensagem intitulada "Quem somos" da página substituta, que exibia ao fundo bandeiras dos Estados Unidos e da União Europeia, e outras com os nomes de meios de comunicação estrangeiros críticos do governo cubano.

Primeiro veículo de comunicação independente em 50 anos em Cuba, o portal "14ymedio" foi lançado nesta quarta-feira em um desafio ao controle exercido pelo governo.

Bookmark and Share


TAGS » Cuba, Internacional