Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 21/05/2014
  • 13:43
  • Atualização: 13:49

Inter sugere que entulhos permaneçam compactados após a Copa

Estacionamento com 900 vagas será construído em cima dos resíduos das obras do Beira-Rio

Estacionamento com 900 vagas será construído em cima dos resíduos das obras do Beira-Rio | Foto: Anselmo Cunha / PMPA / CP

Estacionamento com 900 vagas será construído em cima dos resíduos das obras do Beira-Rio | Foto: Anselmo Cunha / PMPA / CP

  • Comentários
  • Gabriel Jacobsen / Rádio Guaíba

A solução emergencial de compactar e cobrir o entulho do entorno do Beira Rio para transformar o local em estacionamento pode se transformar em solução permanente. A ideia do Internacional é manter o platô construído por tempo indefinido, possibilidade que não é rechaçada pela Prefeitura. O coordenador da Comissão de Obras do Conselho Deliberativo do Inter, Emídio Ferreira, afirma que se trataria de um aterro e que o material não causaria danos ao meio ambiente.

Após o Ministério dos Esportes aprovar na última terça-feira o projeto do estacionamento construído sobre o entulho, o secretário de Gestão da Capital fez uma vistoria na manhã desta quarta-feira no local. Urbano Schmitt avaliou como “muito positiva” a situação das obras, que devem ser concluídas dias antes do primeiro jogo no Beira-Rio. Sobre o futuro dos entulhos após a Copa, o secretário afirmou que o tema ainda será avaliado.

O custo das obras viárias e de calçamento do entorno do Beira-Rio ultrapassa R$ 8 milhões. Entre as obras que terão que ser refeitas ou corrigidas está parte das calçadas, afetadas pelas máquinas da Andrade Gutierrez. Atualmente, o espaço destinado aos pedestres conta com buracos e pedras levantadas. Os dois estacionamentos construídos na extremidade sul do Beira-Rio vão comportar 1,4 mil vagas, todas distribuídas pela Fifa para sua equipe, autoridades e patrocinadores.

Bookmark and Share