Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 21/05/2014
  • 16:05

Justiça nega pedido de reintegração de posse da Reitoria da Ufrgs

Juíza alegou que acampamento do grupo de estudantes não impede atividades no local

  • Comentários
  • Camila Kila / Rádio Guaíba

A Justiça Federal negou nesta quarta-feira o pedido da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) para a reintegração de posse do prédio da Reitoria, ocupada há uma semana por estudantes. A decisão da juíza federal substituta Graziela Cristine Torres estabelece ainda a realização de audiência de conciliação às 14h desta quinta-feira.

Segundo a magistrada, o acampamento do grupo não impede as atividades no local, e também não foi contatado dano ao patrimônio. Ela solicitou que um oficial de Justiça faça uma averiguação para confirmar a quantidade de estudantes e verificar as condições da ocupação.

Alunos garantem manter ocupação na Reitoria da Ufrgs até atendimento das demandas
Estudantes e servidores da Ufrgs bloqueiam acesso à Reitoria
Estudantes decidem manter ocupação na reitoria da Ufrgs
Ufrgs responde os 41 itens reivindicados pelos ocupantes da Reitoria

A Ufrgs entrou com pedido de reintegração após os estudantes rejeitarem a resposta encaminhada pela universidade à pauta com 41 reivindicações. No documento, a Reitoria informou, entre outros pontos, a intenção de providenciar melhorias na iluminação, padronização do cardápio dos Restaurantes Universitários (RUs), realização de reformas e ampliação nas Casas de Estudantes e aumento no valor das bolsas-permanência.

Os alunos, porém, dizem que as respostas foram evasivas, além de não apresentarem soluções concretas aos problemas apontados e serem encaradas como uma “tentativa de silenciamento do movimento estudantil”. O grupo pede melhorias relativas a questões como segurança, direitos estudantis (Restaurante Universitário, moradia e bolsa-permanência), além da estrutura universitária, incluindo terceirizações de cargos, transporte, bibliotecas e infraestrutura.

Bookmark and Share