Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 22/05/2014
  • 09:15
  • Atualização: 09:42

Ataques com explosivos podem estar relacionados, admite polícia

Casa do prefeito de Eldorado do Sul e prédio da Justiça Militar de Porto Alegre foram atingidos

Casa do prefeito de Eldorado do Sul foi alvo de artefato | Foto: André Ávila

Casa do prefeito de Eldorado do Sul foi alvo de artefato | Foto: André Ávila

  • Comentários
  • Dico Reis / Rádio Guaíba

A Polícia Civil investiga a possibilidade de ligação entre as duas ocorrências com artefatos explosivos ocorridas na madrugada desta quinta-feira em Porto Alegre e Eldorado do Sul. No final da noite dessa quarta-feira, a sacada do prédio da Justiça Militar da União, na esquina das ruas Duque de Caxias e General Portinho, no Centro da Capital, teve um princípio de incêndio, que teria sido causado segundo testemunhas, por um artefato arremessado pelo ocupante de um carro de cor branca. Relato semelhante foi feito com relação à explosão de outro artefato, que foi jogado, nessa madrugada, na casa do prefeito de Eldorado do Sul, Sérgio Munhoz.

O titular da Delegacia de Polícia de Eldorado do Sul, Alencar Carraro, afirma que as investigações seguem em paralelo para apurar se há alguma ligação entre os dois fatos. Carraro também diz que outros indícios de que os dois crimes estejam ligados podem ser detectados ou explicitados nas perícias realizadas nos locais.

Uma das formas de obtenção de pistas no caso da residência do prefeito Sérgio Munhoz é o acesso às imagens de câmeras de vigilância de casas vizinhas, bem como das câmeras da Concepa, concessionária que administra a BR 290, para visualização e confirmação de que um carro branco tenha circulado pela região. As testemunhas serão ouvidas a partir desta quinta-feira pelo delegado.

Bookmark and Share