Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
12º 28º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

26/05/2014 21:22

Reforma do Presídio de Bento de Gonçalves deve durar três meses

Secretário Airton Michels defendeu manter a ocupação da casa até que um presídio novo seja construído

Após uma rebelião que destruiu parte das 11 celas do Presídio Estadual de Bento Gonçalves, na Serra, a reforma do prédio deve ser concluída em até três meses, segundo projeção da Secretaria da Segurança. O titular da pasta da Segurança Pública, Airton Michels, visitou o local nesta segunda-feira.

Apesar da superlotação constante, a penitenciária ainda vai ser utilizada pelos próximos dois anos. “Nós vamos, independentemente de construir um novo presídio, fazer as reformas, porque essa é uma obra de não menos que um ano e meio. Portanto, é necessário manter a ocupação da casa que já existe”, confirmou.

Duas celas ainda estão interditadas pela Justiça. São realizadas modificações na rede elétrica e hidráulica, além de pintura na casa prisional. O local tem disponibilidade de 90 detentos, mas 139 vivem no prédio.

A construção de uma nova penitenciária está atrelada a uma nova liberação de recursos da União. Em 2011, o Estado perdeu R$ 8,4 milhões do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) por não ter construído uma nova casa prisional em Bento Gonçalves. Os recursos haviam sido alocados para a Secretaria da Segurança, em 2006, mas houve dificuldades em conseguir um terreno para construir o presídio.

Bookmark and Share

Fonte: Samantha Klein/Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.