Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
16º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/05/2014 09:14 - Atualizado em 27/05/2014 09:30

Junta Militar da Tailândia liberta ex-primeira-ministra

Yingluck Shinawatra dirigia governo até ser destituída pelo Tribunal Constitucional em maio

Junta Militar da Tailândia liberta ex-primeira-ministra<br /><b>Crédito: </b> Pornchai Kittiwongsakul / AFP / CP
Junta Militar da Tailândia liberta ex-primeira-ministra
Crédito: Pornchai Kittiwongsakul / AFP / CP
Junta Militar da Tailândia liberta ex-primeira-ministra
Crédito: Pornchai Kittiwongsakul / AFP / CP

A ex-primeira-ministra tailandesa Yingluck Shinawatra, detida pelo Exército desde sexta-feira passada em local secreto, foi libertada e autorizada a regressar para casa, anunciou nesta terça-feira a Junta Militar que assumiu o poder.

Yingluck, que dirigia o governo até ser destituída pelo Tribunal Constitucional no início de maio, foi detida depois de ter respondido à convocação da Junta Militar, no poder desde quinta-feira passada. Além da antiga chefe do governo, a junta convocou na sexta-feira cerca de 200 personalidades.

"Ela regressou à casa" e está bem, declarou o porta-voz da junta, coronel Winthai Suvaree. "Todos aqueles que foram libertados têm que assinar um acordo em que concordam informar ao Conselho da Paz e da Ordem o seu paradeiro", acrescentou. O coronel não confirmou se a casa de Yingluck está sob vigilância militar.

Yingluck é a irmã mais nova do milionário e antigo primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, que se exilou para evitar ser julgado por corrupção, mas que continua a ser um fator de divisão no país. Entretanto, um ministro do governo civil, destituído na sequência do golpe de Estado, foi detido pelos militares, durante encontro com a imprensa, em Bangcoc.

Chaturon Chaisong acabava de anunciar no Clube da Imprensa Estrangeira que "tinha decidido não se apresentar" à convocação da junta, quando vários soldados entraram no local e o levaram perante dezenas de câmeras e máquinas fotográficas.

Bookmark and Share


Fonte: Agência Brasil






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.