Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 28/05/2014
  • 18:13
  • Atualização: 18:16

Paralisação no transporte deixa pelo menos 400 alunos sem aula em SM

Essa é a segunda paralisação realizada pelo setor em maio

  • Comentários
  • Camila Kila/Rádio Guaíba

A nova paralisação das empresas que fazem o transporte escolar em Santa Maria, no Centro do Estado, causou prejuízo pelo segundo dia a cerca de 400 alunos da rede estadual. Desde terça-feira, três das quatro transportadoras suspenderam o trabalho, alegando falta de pagamento. A coordenadora da 8ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Celita da Silva, garante, porém, ter os comprovantes relativos aos depósitos efetuados neste mês.

Ela explica que os contratos temporários firmados com as empresas preveem a disponibilização de ônibus equipados, com segurança e prestação de serviço adequado aos cerca de 700 alunos atendidos em 13 escolas estaduais do município. Celita estima que os responsáveis possam retomar o serviço o mais breve possível. Em caso contrário, deve ser aplicada multa, a fim de evitar que os estudantes fiquem sem aula por tempo prolongado.

Essa é a segunda paralisação realizada pelo setor em maio. Nos dias 12 e 13, o transporte escolar ficou suspenso devido a um problema na prestação de contas que provocou atraso no pagamento do serviço.

Até o fim do ano passado, o serviço era prestado por meio de convênio da prefeitura com o Estado. O término da parceria foi estabelecido pela administração municipal. Com isso, a Secretaria Estadual da Educação passou a arcar com todos os custos para a prestação do serviço. Agora, a 8ª CRE providencia o lançamento de uma licitação para regularizar o transporte escolar em Santa Maria.