Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
16º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

29/05/2014 11:21 - Atualizado em 29/05/2014 11:29

Novo trem passará a operar em outubro, prevê Trensurb

Com aquisição de 15 composições, empresa visa atender 240 mil pessoas por dia

Com aquisição de 15 composições, empresa visa atender 240 mil pessoas por dia
Crédito: André Ávila

O novo trem adquirido pela Trensurb foi transportado até o pátio da empresa, na zona Norte de Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira. A previsão do diretor-presidente da empresa, Humberto Kasper, é de que a composição comece a operar em outubro.

Nos dois primeiros dias, acontecerá o acoplamento mecânico e elétrico dos carros e, depois disso, iniciam-se os testes estáticos dentro da oficina. O objetivo é analisar as funcionalidades de todos os sistemas e subsistemas elétricos do trem. O prazo para essa fase é de duas semanas. Depois disso, começam a ser realizados testes dinâmicos, inicialmente apenas dentro do pátio da empresa, com deslocamento em baixa velocidade e, posteriormente, o novo trem passa a circular na via, sem passageiros, em um trecho em Novo Hamburgo. Os testes dinâmicos devem durar pelo menos 60 dias. Serão realizadas as avaliações de tração, frenagem, sinalização e segurança.

A fase seguinte, que deve levar cerca de 15 dias, será de testes com trens acoplados. O segundo veículo deve chegar em aproximadamente duas semanas. Os parâmetros funcionais, operacionais e de segurança obtidos através dos testes dos dois primeiros trens serão aplicados aos demais veículos, fazendo com que o período de testes seja mais curto para eles. Até janeiro de 2015, todos os 15 trens serão recebidos pela Trensurb com intervalos de 15 a 20 dias entre cada entrega.

A Trensurb passará a contar com 40 composições, cada uma com quatro vagões. A expectativa é de que o número de usuários atendidos – que atualmente é de 200 mil por dia – possa ser ampliado para 240 mil diários.

As novas composições, adquiridas junto ao consórcio FrotaPoa, terão gasto energético cerca de 30% inferior às atuais, sistema de ar condicionado automatizado, painéis com mapa dinâmico da linha, sistema de comunicação multimídia, iluminação interna com LED, sistemas de autodiagnóstico e monitoramento de falhas. Como também a possibilidade de acoplamento, tornando possível a operação de dois trens acoplados nos horários de pico, totalizando oito carros e dobrando a capacidade de transporte de cada viagem.

Bookmark and Share


Fonte: Karina Reif / Correio do Povo





» Tags:Geral Trensurb

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.