Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
15º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

29/05/2014 14:37 - Atualizado em 29/05/2014 14:41

BC deve interromper sequência de altas nos juros

Manutenção dos 11% da Selic nessa quarta indica estabilidade

Os juros não devem seguir em ritmo de aumento, como observado nos últimos meses, de acordo com a avaliação do chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. Essa expectativa foi reforaçada pela interrupção do ciclo de alta da taxa básica Selic, que serve de referência para os juros cobrados pelos bancos. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC decidiu, nessa quarta-feira, manter a Selic em 11% ao ano.

“Sempre que tem uma mudança no ciclo, tem reação nas taxas ativas. As vezes, não exatamente no mesmo momento. A tendência é que essa elevação das taxas de juros no ritmo que foi observada nos últimos 12 ou 13 meses não se mantenha”, disse Maciel.

De março para o mês passado, a taxa de juros do crédito livre para famílias subiu 0,4 ponto percentual para 42% ao ano. Já para as empresas, houve queda de 0,2 ponto percentual para 22,9% ao ano. No caso do cheque especial, houve alta de 2,5 ponto percentual para 161,8% ao ano. Também houve alta no crédito pessoal: 5 ponto percentual para 99,1% ao ano. A taxa média do crédito consignado ficou estável em 25,3% ao ano e para a compra de veículos caiu 0,9 ponto percentual para 22,6% ao ano.

Hoje o BC também informou que saldo das operações de crédito chegou a R$ 2,777 trilhões, em abril, com alta de 0,6% no mês e 13,4% em 12 meses encerrados em abril. A projeção do BC para o ano é que o crédito cresça 13%. No ano passado, a expansão ficou em 14,6%. Segundo Maciel, a moderação no crescimento do crédito “é importante em termos de sustentabilidade”.


Bookmark and Share


Fonte: Agência Brasil






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.