Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 29/05/2014
  • 20:32

Segundo mês do Código de Limpeza Urbana registra quase mi denúncias

Só no bairro Humaitá, na zona Norte de Porto Alegre, 355 pessoas foram abordadas

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

No segundo mês de implantação do novo Código Municipal de Limpeza Urbana, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) divulgou ter recebido 989 denúncias via 156. Somente na região do bairro Humaitá, na zona Norte da Capital, 355 pessoas foram abordadas. Os fiscais emitiram 14 autos de infração e 168 notificações.

Houve ainda a captação de cenas em vídeos das câmeras monitoradas pelo Centro Integrado de Comando da Capital (Ceic), que resultou em uma multa gravíssima e na retirada de dois contêineres de reciclagem clandestina. O DMLU monitorou por 22 dias o local a fim de captar o descarte irregular de resíduos em lugar inapropriado.

O diretor-geral André Carús entende que há uma adesão “importante e expressiva” por parte da população ao novo Código. Ele também destacou que os fiscais foram instruídos a tentar resolver pequenas infrações por meio de orientação. Infrações graves e gravíssimas, porém, rendem multa.

A partir de segunda-feira, os fiscais do DMLU, a Assessoria Socioambiental (Sasa) e a Assessoria Comunitária (Asscom) voltarão ao Centro Histórico, e aos bairros Cidade Baixa, Menino Deus e Moinhos de Ventos, onde permanecem por 30 dias.

Como denunciar

As denúncias sobre descarte irregular de resíduos devem ser feitas diretamente pelo Fala Porto Alegre – 156, ou por meio do preenchimento de formulário eletrônico. Por meio do formulário on-line, é possível anexar fotos e vídeos de ações irregulares e que auxiliem na identificação de infratores do novo Código. Ao preencher o formulário, no campo “Solicitação”, é preciso classificar denúncia como “informação” ou “reclamação”.

É necessário informar data, hora e localização completa da ocorrência, identificação do denunciante e telefone para contato.

Bookmark and Share