Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 30/05/2014
  • 20:43

Prefeitura ainda tenta notificar proprietário de calçada onde idoso tropeçou e foi atropelado

Imóvel é penhorado e pertence a um estabelecimento comercial fora de Porto Alegre

  • Comentários
  • Camila Kila/Rádio Guaíba

Quase um mês após um idoso morrer atropelado ao tropeçar e cair na avenida Plínio Brasil Milano, em Porto Alegre, a Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) ainda não conseguiu notificar o proprietário para consertar a calçada. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, foram tomadas as medidas necessárias à identificação e à notificação do proprietário do terreno, em função da má conservação do passeio público.

O imóvel é penhorado por dívidas trabalhistas, sendo o registro de propriedade identificado por uma razão social que pertence a um estabelecimento comercial localizado em outro município. Em função disso, a prefeitura teve de adotar outra medida administrativa para que os fiscais possam exercer as funções fora dos limites de Porto Alegre.

Com isso, foram feitas novas tentativas de notificação, mas os proprietários não foram localizados e também não havia responsáveis legais para receber o documento. A secretaria confirmou, ainda, assim, que vai dar seguimento à tentativa de notificação.

O idoso Vilis Antônio Borgueti, de 86 anos, se acidentou no dia 6 de maio. Ele tropeçou na calçada e caiu no meio da rua, na Plínio, sendo atingido por um ônibus.

Bookmark and Share