Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/06/2014 08:17 - Atualizado em 05/06/2014 08:27

Arrombados quatro caixas eletrônicos na rodoviária de Taquara

Quadrilha rendeu seguranças, roubou dinheiro e equipamentos de monitoramento

Bem arquitetado e bem executado. É dessa forma que a Brigada Militar (BM) definiu o ataque de uma quadrilha na Estação Rodoviária de Taquara, iniciado no final da noite dessa quarta-feira e encerrado durante a madrugada desta quinta. No terminal, localizado na rua Sebastião Amoreti, cerca de sete criminosos danificaram e arrombaram quatro dos seis caixas eletrônicos usados por passageiros e funcionários. 

O ataque aos caixas eletrônicos começou a tomar forma a cerca de quatro quilômetros da rodoviária do município do Vale do Sinos, na rua Tristão Monteiro, onde fica a base operacional da empresa que faz a segurança do terminal. De acordo com a BM, por volta das 23h, dois funcionários foram rendidos por três criminosos, que chegaram ao local em um Siena branco, enquanto outros sete homens aguardavam a ordem para iniciar a ação na rua Sebastião Amoreti.

Após tomar a base operacional da empresa, um dos funcionários foi conduzido até a rodoviária para abrir o terminal e permitir a entrada dos criminosos que estavam em compasso de espera. Ao ingressar no local, os sete homens se espalharam e renderam ao menos dois seguranças que trabalhavam na ronda noturna.

Conforme a BM, durante a ação, a quadrilha amarrou os seguranças, danificou os caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, além de arrombar outros dois aparelhos do Banco Santander. Na fuga, o grupo levou dinheiro e os aparelhos de monitoramento da rodoviária em um segundo carro, ainda não identificado pelos policiais militares. 

O trio que atacou a base operacional da empresa de segurança também fugiu no Siena branco. O destino escolhido pela quadrilha ainda é desconhecido da BM, que só tomou conhecimento do ataque às 4h35min, horário em que um dos seguranças conseguiu se livrar das amarras para acionar os policiais militares.     

Bookmark and Share


Fonte: Luiz Felipe Mello / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.