Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 09/06/2014
  • 15:55
  • Atualização: 15:56

PRF passa a coordenar efetivo da Força Nacional enviado ao RS

Grupo veio de Brasília para atuar na polícia de choque durante o período da Copa

  • Comentários
  • Lucas Rivas/Rádio Guaíba

Desde sábado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Rio Grande do Sul passou a coordenar um pelotão de entre 30 a 50 homens da Força Nacional de Segurança Pública. O número exato não é divulgado pela corporação. O grupo veio de Brasília para atuar na polícia de choque durante o período da Copa do Mundo. Os policiais podem atuar nas estradas gaúchas, caso a PRF solicite. A tendência é de que os agentes sejam incorporados à polícia rodoviária caso ocorram bloqueios de rodovia durante o Mundial.

Além de Porto Alegre, a Força Nacional também enviou reforço para Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG). O efetivo destinado a essas capitais também foi deslocado por terra e ar.

A atuação e o número de policiais disponibilizados obedecem ao planejamento conjunto elaborado em abril entre os órgãos envolvidos, e o prazo de apoio pode ser prorrogado, após o fim do Mundial, em 13 de julho.

A Força Nacional dispõe hoje de um quadro de 12.355 profissionais estaduais de segurança pública capacitados e em condições de serem mobilizados, caso necessário. O efetivo é composto por policiais militares, policiais civis, bombeiros e profissionais de perícia.

Bookmark and Share