Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 10/06/2014
  • 19:16

Mediação no TRT termina sem acordo entre RM e terceirizados em greve da Oi

Sindicato dos trabalhadores se reúne novamente com empresa nesta quarta-feira

  • Comentários
  • Camila Kila/Rádio Guaíba

A mediação realizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) terminou sem acordo entre a empresa RM, terceirizada da Oi, e os trabalhadores, em greve desde essa segunda-feira. Na tarde desta terça, foi discutida a manutenção de plantão durante a paralisação. As partes, porém, não entraram em consenso sobre o percentual. Assim, o TRT deve julgar a ação cautelar impetrada pela RM para que se defina um número mínimo de trabalhadores em atividade.

O presidente do Sindicato dos Telefônicos do Rio Grande do Sul (Sinttel-RS), Gilnei Azambuja, fala que é mantido o atendimento essencial, como no Corpo de Bombeiros, hospitais e no setor de educação, por exemplo. Além disso, a categoria se dispõe a realizar serviços ligados à Copa, na Capital.

Uma reunião está marcada para as 15h desta quarta-feira com a empresa no sindicato, a fim de tratar das reivindicações dos funcionários. Entre elas estão pagamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR) e unificação dos acordos coletivos e data-base dos três estados do Sul.

A greve ocorre ainda em Santa Catarina, no Paraná, na Bahia e no Pará. São afetados serviços como instalação de linhas telefônicas, banda larga e linha de dados, além de consertos e manutenções.

Bookmark and Share


TAGS » Greve, Telefonia