Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 13/06/2014
  • 16:38
  • Atualização: 16:39

Identificados suspeitos de matarem paciente em hospital de São Leopoldo

Saul de Almeida Gonçalves foi executado dentro da unidade hospitalar do Hospital Centenário

  • Comentários
  • Lucas Rivas/Rádio Guaíba

A Polícia Civil já trabalha com uma lista de suspeitos que podem estar envolvidos na execução de um paciente internado no Hospital Centenário, em São Leopoldo, ocorrida na noite dessa quinta-feira. A vítima, identificada como Saul de Almeida Gonçalves, de 29 anos, morreu com três tiros, por volta das 20h.

O homem que efetuou os disparos foi flagrado pelas câmeras de segurança do hospital, o que pode facilitar a investigação, disse o delegado Vinícius do Vale. “Ao longo do dia a Polícia Civil vem desenvolvendo as análises das imagens e com certeza temos suspeitos que, dentro das próximas horas, serão identificados”, adiantou.

Testemunhas ouvidas pela investigação também ajudaram a chegar a um número não revelado de suspeitos. Conforme o delegado, a execução ocorreu em função do trafico de drogas.

O paciente foi morto em um quarto onde havia outras três pessoas. Após o crime, o autor dos disparos fugiu. Um suposto comparsa do atirador o esperou em um veículo Palio, no entanto a dupla fugiu em um Corsa. Duas camisas com o logotipo da Polícia Civil foram localizadas no local onde o Palio foi abandonado.

Gonçalves havia dado entrada no hospital na noite de quarta-feira, após sofrer tentativa de homicídio. Ele passou por cirurgia e havia sido transferido para um quarto na ala de recuperação na unidade cirúrgica.

Bookmark and Share