Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 16/06/2014
  • 21:06

Prefeito dá nota 8 para organização da primeira partida do Mundial na Capital

Fortunati destacou Caminho do Gol como ponto positivo, mas reconheceu falha em relação à iluminação pública

  • Comentários
  • Samantha Klein/Rádio Guaíba

Apesar dos problemas relacionados ao corte de luz no entorno do estádio Beira-Rio após a partida entre França e Honduras, no último domingo, e a falta de Plano de Prevenção contra Incêndios (PPCI) para a Fan Fest e o Acampamento Farroupilha, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, classificou a organização do primeiro jogo com nota 8 numa escala até 10.

O chefe do Executivo reconheceu a falha em relação à iluminação pública. “Houve atenção a um acidente na madrugada do sábado, mas foram somente atendidas as vítimas e não se percebeu que houve problema na rede elétrica. Somente no anoitecer de ontem é que percebemos os problemas. Mas a partir da próxima quarta-feira haverá um caminhão de plantão para atender qualquer dificuldade de forma mais rápida”, garantiu Fortunati.

O prefeito destacou como principal ponto positivo o “Caminho do Gol”, trajeto desde o Mercado Público até o estádio. Cerca de quatro quilômetros foram bloqueados para acesso exclusivo de pedestres. “Foi um sucesso. O que falta é aumentar a divulgação sobre os shows e atrações culturais na Fan Fest. Vamos distribuir mais material informativo”, completou.

Em relação à falta de Plano de Prevenção contra Incêndio (PPCI) para a Fan Fest e Acampamento Farroupilha, Fortunati falou em problemas pontuais que não comprometem a segurança dos participantes e turistas.

Quanto ao protesto que ocorreu entre o Parque da Redenção e ruas do bairro Cidade Baixa, o prefeito disse que as pessoas resolveram aderir à Copa “porque perceberam que o evento trouxe muitos benefícios para a cidade”. Apenas cerca de 50 pessoas realizaram manifestação contra o Mundial nesse domingo.

Para a próxima partida, que acontece na quarta-feira, a EPTC pretende manter os mesmos bloqueios de trânsito na Borges de Medeiros, Padre Cacique e Edvaldo Pereira Paiva, mas a partir das 7h, e não das 10h, como nesse domingo. Desvios na circulação de ônibus e ponto facultativo nos órgãos públicos municipais também foram confirmados pelo prefeito.

Vias interditadas a partir das 7h no entorno do Beira-Rio:

• Av. Edvaldo Pereira Paiva, entre a Ipiranga e a Padre Cacique, nos dois sentidos da circulação;
• Av. Padre Cacique, entre a Borges de Medeiros e a Edvaldo Pereira Paiva, nos dois sentidos;
• Av. Borges de Medeiros (Caminho do Gol), entre o Mercado Público e o Viaduto Dom Pedro. Sentido Centro-bairro;
• Av. Aureliano Figueiredo Pinto (Caminho do Gol), entre a Borges de Medeiros e a Rótula das Cuias. Sentido rótula-Borges;
• Rua Monroe. Toda a via;
• Rua Otávio Dutra, entre a Padre Cacique e a rua Silveiro;
• Rua Dona Amélia. Toda a via;
• Rua Gen. Oliveira Freitas. Toda a via;
• Rua Miguel Couto, entre a Padre Cacique e a Silveiro;
• Rua Barão do Cerro Largo, entre a Padre Cacique e a rua Antenor Lemos.

Via com acesso restrito (exigência de identificação)

• Av. Praia de Belas, entre Ipiranga e José de Alencar

• Rua Silveiro, na primeira quadra, a partir da José de Alencar

Vias com acesso restrito (exigência de cadastramento prévio de veículos, que terminou em 10 de julho)

- Av. Padre Cacique, entre Av. Taquary e Rua José de Alencar

lado par: 20 ao 3146
lado ímpar: 619 ao 1567

- Rua Monroe

lado par: 30 ao 164
lado ímpar: 67 ao 181

- Rua Otávio Dutra

entre Av. Padre Cacique e Rua Silveiro
lado par: 20 ao 214
lado ímpar: 31 ao 231

- Rua Dona Amélia

lado par: 18 ao 246
lado ímpar: 45 ao 239

- Rua Gen. Oliveira Freitas

lado par: 30 ao 94
lado ímpar: 35 ao 95

- Rua Miguel Couto

entre Av. Padre Cacique e Rua Silveiro
lado par: 158 ao 350
lado ímpar: 167 ao 355

- Rua Barão do Cerro Largo

entre Av. Padre Cacique e Rua Antenor Lemos
lado par: 10 ao 78
lado ímpar: 11 ao 93

Bookmark and Share