Porto Alegre, sábado, 29 de Novembro de 2014

  • 19/06/2014
  • 08:17
  • Atualização: 08:19

Secretaria Municipal de Saúde deve investir R$ 28 milhões na compra de remédios

Foi analisado ainda um projeto, que precisa ser regulamentado, com relação à entrega dos medicamentos

  • Comentários
  • Correio do Povo

Neste ano, a Secretaria Municipal da Saúde tem um investimento previsto de R$ 28 milhões para a assistência farmacêutica. O incremento de R$ 5 milhões se deve ao aumento da demanda. Em função disso, segundo o secretário municipal da Saúde, Carlos Henrique Casartelli, a ideia é ampliar a assistência farmacêutica em Porto Alegre para que não faltem medicamentos.

Segundo Casartelli, Porto Alegre dispõe de R$ 14 milhões por ano para investimento na assistência farmacêutica. "Estamos avaliando para fazer adequações e qualificar o serviço", explicou. O secretário esteve reunido ontem com representantes do Conselho Regional de Farmácia do RS para traçar um planejamento, que inclui a ampliação de gastos.

Segundo o secretário municipal, entre os pontos discutidos está a qualificação nos dispensários, que não possuem um farmacêutico responsável no local em tempo integral. Foi analisado ainda um projeto, que precisa ser regulamentado, com relação à entrega dos medicamentos. "O projeto determina que as farmácias devem receber os medicamentos vencidos que a população tenha em casa", esclareceu. Frisou que ainda não foi possível definir nenhuma ação e que tudo está em um processo de avaliação. "Estamos decidindo a forma que vamos fazer para que não falte medicamentos e de onde iremos retirar os recursos", frisou.

Bookmark and Share


TAGS » Saúde, Geral, Remédios