Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 20/06/2014
  • 14:33

Papa diz que é contra legalização de qualquer tipo de droga

Francisco recebeu no Vaticano participantes de uma conferência internacional de agências antidrogas

  • Comentários
  • Agência Brasil

 "A droga não se vence com a droga. A droga é um mal e, com o mal, não pode haver relaxamento ou compromissos. Pensar em poder reduzir o dano, permitindo o uso de psicofármacos àquelas pessoas que continuam a usar droga, não resolve de fato o problema. A legalização das chamadas drogas leves, mesmo de modo parcial, além de ser, pelo menos, questionável em termos de legislação, não produz os efeitos que foram prefixados", disse o papa, após receber, no Vaticano, participantes de uma conferência internacional de agências antidrogas.

Com o tema "Desmantelamento das estruturas financeiras do narcotráfico”. o evento reuniu 500 delegados de 129 países. Na conferência, foram discutidos os divesos problemas causados pela lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas.

“O flagelo das drogas continua a fazer estragos em formas e dimensões impressionantes, alimentado por um mercado vergonhoso que atravessa as fronteiras nacionais e continentais. Desta forma, continua a crescer o perigo para os jovens e adolescentes. Diante deste fenômeno, sinto necessidade de expressar minha tristeza e minha preocupação.” pontífice.

Francisco lembrou que "o flagelo das drogas continua a fazer estragos em formas e dimensões impressionantes, alimentado por um mercado vergonhoso que atravessa as fronteiras nacionais e continentais". Desta forma, acrescentou o papa, continua a crescer o perigo para os jovens e adolescentes. "Diante deste fenômeno, sinto necessidade de expressar minha tristeza e minha preocupação.”

Bookmark and Share