Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 25/06/2014
  • 12:52
  • Atualização: 13:16

Rio transborda e inunda ruas de Barão de Cotegipe e Ponte Preta

Choveu forte no Alto Uruguai, mas não há desabrigados

Choveu forte no Alto Uruguai, mas não há desabrigados | Foto: Joel Marcon / Divulgação / CP

Choveu forte no Alto Uruguai, mas não há desabrigados | Foto: Joel Marcon / Divulgação / CP

  • Comentários
  • José Ody / Correio do Povo

O rio Jupirangaba - formado pela união de três nascentes - transbordou na manhã desta quarta-feira e invadiu as ruas de dois municípios do Alto Uruguai: Barão de Cotegipe e Ponte Preta.

Por volta das 7h, a água uma casa foi no Centro de Barão de Cotegipe e no bairro Aparecida, foram duas residências atingidas. Não houve necessidade de remoção de pessoas ou móveis e às 8h30min o rio voltou ao seu leito, limitando-se novamente dentro de uma espécie de canalão que atravessa a cidade.

O mesmo rio corre em direção ao município de Ponte Preta. Na área urbana, as águas do Jupirangaba também saíram do leito e invadiram o porão de 15 casas. Apesar disso não houve necessidade de remover moradores ou mobília, embora a preocupação permaneça porque as chuvas continuavam ao meio-dia desta quarta-feira.

O problema mais grave em Ponte Preta ocorreu em uma serraria que também tem material de construção. O prefeito Ademir Sakrezenski disse que o rio levou parte da madeira que estava depositada na serraria e também carregou areia, tijolos e brita da mesma empresa. Um campo de futebol e potreiros ficaram alagados. Ponte Preta também recebe as águas dos rios Erechim e Cravo que passam pelo município com o nome de rio Erechim. Ele invadiu áreas baixas no meio rural atingindo principalmente pastagens e áreas usadas para cultura, mas que no momento não tem nada plantado.

O prefeito entrou em contato com a Defesa Civil regional de Passo Fundo relatando a situação que define como “preocupante porque continua chovendo e pode atingir propriedades rurais com chiqueirões”. A medida mais importante tomada pelo prefeito foi a suspensão das aulas nas escolas do município por causa das cheias nos rios. Os alunos das escolas do município foram dispensados às 9h30min e levados para suas casas. As aulas dos turnos da tarde e noite foram suspensas pelo prefeito como medida de prevenção.

Em Erechim choveu 117mm desde às 8h dessa terça-feira, sendo que até às 8h desta quarta-feira as chuvas chegaram a 105mm. Nessa manhã, os bombeiros atenderam um alagamento em uma casa construída abaixo do nível da rua no bairro Progresso e colocaram lonas no telhado de duas casas também no mesmo bairro. Às 12h50min voltou a chover com intensidade em Erechim.

Bookmark and Share