Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 27/06/2014
  • 15:08
  • Atualização: 15:14

Em convenção nacional, PTB declara apoio a Aécio Neves

Decisão do partido não teve consenso em todos os Estados brasileiros

  • Comentários
  • Agência Brasil

O PTB confirmou, nesta sexta-feira, durante a Convenção Nacional da legenda em Salvador, o apoio a candidatura do tucano Aécio Neves (MG) à Presidência da República. Depois de integrar a base do governo da presidenta Dilma Rousseff nos últimos três anos, a Executiva Nacional do partido informou no último sábado, por meio de nota, que a "decisão atende ao clamor da maioria da bancada federal e de Estados, onde os conflitos locais entre PTB e PT ficaram insustentáveis, como, por exemplo, Distrito Federal, Roraima, Piauí e Rio de Janeiro".

"Temos convicção de que Aécio reúne as condições para a retomada do crescimento econômico, seja na garantia da manutenção das conquistas sociais hoje incorporadas à vida nacional", diz a nota.

A decisão, no entanto, não teve consenso. Diferentemente do posicionamento nacional, o senador pernambucano Armando Monteiro, que é candidato ao governo do Estado, defendeu o apoio à candidatura de Dilma. Durante o encontro, apoiadores da aliança Pernambuco vai Mais Longe, que vai reunir no estado PTB, PT, PDT, PSC, PRB e PTdoB protestaram. Liderados por Armando Monteiro, o diretório do partido em Pernambuco aprovou uma moção defendendo o nome de Dilma Rousseff.

Em Alagoas, o senador Fernando Collor lidera a defesa pelo apoio à Dilma. Collor tem destacado os investimentos feitos no Estado como justificativa para sua posição. Para o senador, por ter baixos indicadores sociais, Alagoas não pode se isolar do governo federal. Na entrada do encontro na capital baiana, várias pessoas fizeram fila para tirar fotos ao lado de um grande cartaz com a imagem do presidente licenciado do PTB, Roberto Jefferson (RJ). A foto trazia a seguinte frase: "Estou com vocês de coração".

Jefferson é um dos condenados na Ação Penal 470, o mensalão, e cumpre prisão no Rio de Janeiro. Segundo o presidente nacional do partido, Benito Gama, Jefferson é uma personalidade "muito querida" no partido.

Bookmark and Share