Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 28/06/2014
  • 13:41
  • Atualização: 14:07

Twitter da PF é hackeado e governo estadual desmente bomba no Mineirão

Cerca de uma hora depois, o tweet, que tinha mais de 2 mil retweets, foi apagado

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A Polícia Federal teve a conta do Twitter hackeada, no início da tarde deste sábado. Em uma mensagem postada por volta de 12h30min, o microblog da corporação informou sobre uma suposta ameaça de bomba no Mineirão, estádio que recebe o jogo de Brasil e Chile pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A mensagem dizia que a evacuação do espaço não era descartada.

Policiais federais no estádio desmentiram o post assegurando que nenhum imprevisto foi registrado no local. Neste sábado, o Mineirão recebe aproximadamente 58 mil torcedores para o jogo, que começou às 13h.

O Twiter da assessoria de imprensa da Presidência da República desmentiu a informação às 13h14min.


Por meio de nota, o Comitê Executivo de Segurança Integrada Regional (Cesir) também desmentiu o boato. Cerca de uma hora depois, o tweet, que tinha mais de 2 mil retweets, foi apagado da conta oficial da PF. Confira:

Nota à Imprensa
28 de junho de 2014 às 12:58
O Comitê Executivo de Segurança Integrada Regional (CESIR) informa que é falsa a informação veiculada na internet e em redes sociais de que há ameaça de bomba no Mineirão.

O CESIR é composto por representantes do Ministério da Justiça, Ministério da Defesa e Secretarias de Estado de Segurança Pública e Defesa Social.

Superintendência Central de Imprensa do Governo do Estado de Minas Gerais


Apesar de a mensagem falsa da PF ter sido publicada há cerca de uma hora, até o momento nenhuma nova mensagem desmentindo a anterior foi postada na página da corporação.

Bookmark and Share