Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 01/07/2014
  • 21:50
  • Atualização: 21:58

Falta de quórum impede Assembleia de votar LDO

Proposta precisa estar no Executivo para sanção até o próximo dia 15

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A retirada de quórum mínimo, pela oposição, impediu a Assembleia Legislativa de votar, nesta terça-feira, o projeto que trata das diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária de 2015 (LDO). Apenas 20 parlamentares registraram presença após a solicitação de verificação de quórum do deputado Frederico Antunes (PP). Com isso, a apreciação foi interrompida e deve ser retomada na sessão da próxima terça-feira.

O projeto, que precede a elaboração do orçamento para 2015, pelo governador, recebeu 71 emendas, onze delas com pareceres favoráveis da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O líder do governo, Valdeci Oliveira (PT), pediu prioridade para esse grupo, o que gerou polêmica em plenário. Outras 41 receberam pareceres contrários da CCJ e 19 foram consideradas prejudicadas.

A proposta precisa estar no Executivo, para sanção, até o próximo dia 15.