Correio do Povo | Notícias | Prefeitura de Novo Hamburgo abre licitação para recolhimento de lixo

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 21/11/2017
  • 10:43
  • Atualização: 11:09

Prefeitura de Novo Hamburgo abre licitação para recolhimento de lixo

Nas novas regras do contrato, estão incluídos novos contêineres para coleta mecanizada

Prefeitura de Novo Hamburgo abre licitação para recolhimento de lixo | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

Prefeitura de Novo Hamburgo abre licitação para recolhimento de lixo | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

  • Comentários
  • Stephany Sander

Foi lançado nesta segunda-feira o edital do processo licitatório para a contratação da empresa que será responsável pelo recolhimento e a destinação final dos resíduos de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. O edital havia sido lançado no mês de maio, mas foi suspenso em seguida para receber adequações jurídicas e técnicas. A concorrência pública está dividida em dois lotes, sendo que o Lote I abrange a coleta de resíduos manual ou por batedor traseiro e coleta seletiva na área central e o Lote II, contempla o transporte de rejeitos até aterro licenciado e operação da Estação de Transbordo da Central de Triagem e Compostagem dos Resíduos Sólidos Domiciliares do bairro Roselândia.

As propostas serão recebidas no dia 21 de dezembro e o critério para a escolha da empresa ou consórcio de empresas é o menor valor pela prestação dos serviços. Os contratos a serem firmados terão a validade de 12 meses, renováveis por iguais períodos, até o limite legal de 60 meses. São recolhidos mensalmente, em média, em torno de 4,8 mil toneladas de resíduos sólidos domiciliares. Os custos estimados com a prestação dos serviços nos dois lotes devem ser de aproximadamente R$ 15 milhões anuais.

Uma das novidades do edital é a ampliação do número de contêineres que farão parte do novo processo de recolhimento dos resíduos, através de um sistema de coleta mecanizada na área central de Novo Hamburgo, junto com o sistema de recolhimento manual utilizado atualmente. O processo licitatório anterior, lançado em maio, previa a disponibilização de 300 contêineres metálicos distribuídos em vias públicas. Agora, a quantidade subiu para 650. A expectativa é que as estruturas auxiliem também na diminuição do acúmulo de lixo em vias públicas e terrenos baldios.