Correio do Povo | Notícias | Parceria amplia cirurgias de traumatologia em Santa Cruz do Sul

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 14/09/2018
  • 09:13
  • Atualização: 09:29

Parceria amplia cirurgias de traumatologia em Santa Cruz do Sul

Atualmente, 362 pessoas aguardam procedimentos de média complexidade no município

Acordo garantiu realização de 102 cirurgias mensais | Foto: Bruno Pedry / Gazeta do Sul / CP

Acordo garantiu realização de 102 cirurgias mensais | Foto: Bruno Pedry / Gazeta do Sul / CP

  • Comentários
  • Otto Tesche

Com o objetivo de diminuir a fila de pacientes que aguardam cirurgias de média complexidade na área da traumatologia em Santa Cruz do Sul, prefeitura e Hospital Santa Cruz (HSC) firmaram uma parceria para aumentar os procedimentos mensais. O acordo garantirá a realização de 102 intervenções mensais, 22 a mais em relação às executadas atualmente. Hoje, 362 pessoas aguardam procedimentos no braço, no ombro, no joelho e até na retirada da inflamação óssea.

O diretor administrativo do HSC, Egardo Orlando Kuentzer, informou que a meta é diminuir consideravelmente a fila em até 18 meses e evitar que as complicações se tornem mais sérias. “Cabe destacar a parceria do corpo clínico do hospital. Sem o apoio dos médicos não seria viável esse incremento, já que o número de traumatologistas continua o mesmo, em 12”, explicou. Kuentzer informou que os usuários do sistema devem esperar, já que os critérios seguirão ordem de urgência e cronológica e a marcação será feita pela Central de Regulação e Atendimento. São cerca de 500 consultas mensais em traumato executadas. Um mutirão de cirurgias de alta complexidade em traumatologia e ortopedia já ocorreu em abril deste ano no HSC também em parceria com a Secretaria da Saúde. À época, eram 259 pessoas na fila.

Idosos

O Ambulatório do Idoso lançará nos próximos dias a campanha Melhor Idade Livre de Quedas na tentativa de evitar problemas entre pessoas da terceira idade, e, por consequência, o aumento no número de pacientes que necessitam de procedimento cirúrgico. O secretário de Saúde, Régis de Oliveira Júnior, explica que, após análise de perfil dos pacientes que esperam por uma cirurgia na área da traumatologia, foi constatado que 96 dos 362 usuários (26,5%) apresentam mais de 60 anos. As equipes do setor distribuirão folhetos e informarão à população sobre medidas que podem ser tomadas para evitar fraturas e traumatismo, acidentes que afetam na rotina e na qualidade de vida dos idosos.