Correio do Povo | Notícias | UFPel propõe criação de Unidade de Conservação no Pontal da Barra

Porto Alegre

13ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Junho de 2018

  • 07/03/2018
  • 11:01
  • Atualização: 11:45

UFPel propõe criação de Unidade de Conservação no Pontal da Barra

A área de 800 hectares fica entre a Lagoa dos Patos e as margens do arroio Pelotas

A área é formada por banhados, matas e dunas junto a várzea do canal São Gonçalo | Foto: Giovanni Nachtigal Mauricio / Divulgação / CP

A área é formada por banhados, matas e dunas junto a várzea do canal São Gonçalo | Foto: Giovanni Nachtigal Mauricio / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Angélica Silveira

Professores, alunos, técnicos administrativos e colaboradores externos da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) estão propondo ao município a criação de uma Unidade de Conservação (UC) no Pontal da Barra. O grupo de 18 pessoas, 15 delas ligadas à universidade, argumenta que uma UC contribuirá para a redução de enchentes e proteção de encostas, do patrimônio genético e da biodiversidade ecossistêmica, além de proporcionar projetos e programas de educação ambiental e turismo ecológico. A área de 800 hectares é formada por banhados, matas e dunas junto a várzea do canal São Gonçalo, entre a Lagoa dos Patos e as margens do arroio Pelotas.

“Além disso, ela também terá bom impacto na manutenção da qualidade do ar, do solo e dos recursos hídricos, irá assegurar a preservação do patrimônio histórico e arqueológico, promoverá a contenção do processo de gentrificação e favorecerá comunidades tradicionais em especial os pescadores artesanais”, completa a assistente social Silvia Carla Bauer Barcellos. De acordo com o documento elaborado pelo grupo, a área abriga diversas espécies endêmicas e ameaçadas de extinção, além de vestígios materiais de culturas pregressas, atividades tradicionais, como a pesca.

A universidade solicitou que a proposta seja analisada por setores técnicos da prefeitura diretamente envolvidos com o tema, uma vez que a criação de uma UC tem que partir do poder público. O grupo se dispôs a colaborar na elaboração do projeto. “No local onde seria construída a UC há 18 sítios arqueológicos e duas espécies de peixe em extinção”, disse o professor do curso de Antropologia e Arqueologia da UFPel, Rafael Guedes Milheira. Professor do curso de Gestão Ambiental, Giovanni Naschtigall Mauricio conta que a criação voltou a ser discutida ano passado. “A estrutura que pode acolher a causa foi criada no ano passado e a ideia é transformar o local em um laboratório para uso científico e social.”

Maurício explica que há unidades de conservação que permitem moradia no local, desde que existam regras. Sobre a questão, o coordenador de desenvolvimento e inserção da UFPel, Pedro Luís Machado Sanches, destaca que no momento de definir a unidade não se pode deixar de considerar a comunidade que vive no local. “Entendemos o lado ambiental, patrimônio arqueológico, mas tem o lado da preservação do patrimônio cultural e social (pescadores).” O Pontal da Barra está localizado próximo a cidade. “São apenas 10 minutos de carro do prédio da Reitoria da UFPel, ou seja, praticamente dentro da cidade", ressalta Sanches. 

 


TAGS » Pelotas, UFPel