Correio do Povo | Notícias | Material de pesca predatória é apreendido no rio Uruguai

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

  • 13/03/2018
  • 10:17
  • Atualização: 11:04

Material de pesca predatória é apreendido no rio Uruguai

Apreensão ocorreu em Vicente Dutra e foi realizada pelo 2º Grupo Ambiental da BM

Foram devolvidos à água 33 peixes das espécies Cascudo, Grumatã e Piava | Foto: Sandro Azevedo / Divulgação / CP

Foram devolvidos à água 33 peixes das espécies Cascudo, Grumatã e Piava | Foto: Sandro Azevedo / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Agostinho Piovesan

Mais de 850 metros de redes de diversas malhas, além de 215 m de espinhéis e 120 esperas, material utilizado na pesca predatória, foram apreendidos no final de semana no rio Uruguai em Vicente Dutra, município do Norte do Rio Grande do Sul. A apreensão foi realizada por policiais do 2º Grupo Ambiental (GA) da Brigada Militar com sede em Frederico Westphalen.

Segundo a comandante do GA, soldado Juliana Celita Vahr, o material foi desmontado e foram devolvidos à água 33 peixes das espécies Cascudo, Grumatã e Piava. “Mesmo fora do período da Piracema as pessoas que desejam pescar devem agir de acordo com a lei dos crimes ambientais”, observa. A comandante disse que é permitido apenas que pescadores profissionais utilizem espinhéis e redes nas malhas adequadas. “Para a pesca amadora podem ser utilizadas apenas linhas de mão ou carretilhas”, explica. A pena prevista é detenção de um a três anos e multa.

O rio Uruguai faz divisa com Santa Catarina, corta municípios do Norte do Estado, e vem recebendo muitas ações de combate à pesca ilegal. Na região são registrados casos em que pescadores instalam redes em praticamente toda a largura do rio. “Isso é proibido. O que a lei permite é colocar redes até extensão de um terço da largura do rio”, observa.