Correio do Povo | Notícias | Confirmado o primeiro caso de chikungunya em Santiago

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 20/05/2018
  • 14:43
  • Atualização: 15:12

Confirmado o primeiro caso de chikungunya em Santiago

O anúncio foi feito neste domingo pela secretária de saúde do município

Confirmado o primeiro caso de chikungunya em Santiago | Foto: Patrice Coppee / AFP / CP

Confirmado o primeiro caso de chikungunya em Santiago | Foto: Patrice Coppee / AFP / CP

  • Comentários
  • Renato Oliveira

A Secretaria de Saúde de Santiago confirmou, neste domingo, a ocorrência do primeiro caso de chikungunya no município. "Infelizmente, não era uma notícia que gostaríamos de dar, mas, sim, foi confirmado um caso de chikungunya em nosso município", afirmou a secretária Giselle Kollinski Ribeiro. Segundo a secretária, o material coletado de outras 12 pessoas estão sendo analisados no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Porto Alegre. O resultado dos demais devem sair ainda nesta semana.

A pessoa contaminada é uma mulher com menos de 40 anos. O centro da cidade e outros quatro bairros estão sendo acompanhados por serem os locais de moradia das pessoas que vêm apresentando os sintomas da doença. Agentes, acompanhados de 15 integrantes da vigilância ambiental de Santa Maria, estão fazendo uma varredura nas áreas e aplicando o chamado fumacê para combater os insetos.

"A situação é de alerta sim, precisamos da colaboração de todos para combater o agente transmissor, o Aedes aegypti", afirmou o prefeito Tiago Gorski, que acompanhava a secretária no anuncio do caso. Os principais sintomas da chikungunya são: febre alta, dores nas articulações e manchas pelo corpo. A secretária alerta quem tiver esses sintomas deve procurar a Secretaria de Saúde ou manter contato com o telefone (55) 3249-7600.