Correio do Povo | Notícias | Greve dos caminhoneiros afeta seis mil estudantes da rede municipal de Cachoeirinha

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 31/05/2018
  • 12:41
  • Atualização: 12:47

Greve dos caminhoneiros afeta seis mil estudantes da rede municipal de Cachoeirinha

Atividades perdidas serão compensadas durante o recesso escolar

  • Comentários
  • Fernanda Bassôa

A greve dos caminhoneiros afetou também o funcionamento das escolas da rede municipal de Cachoeirinha, com a suspensão de uma série de atividades e perda de conteúdo. Por conta disso, de acordo com a secretária de Educação do Município, Rosa Maria Lippert, cerca de seis mil alunos foram afetados, especialmente pela dificuldade em acessar o transporte coletivo, que também foi prejudicado pela falta de combustível nos postos de gasolina.

Segundo ela, no início desta semana, foi determinado que a compensação de dias perdidos (horas/aula) para as Escolas de Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos aconteça já na primeira semana do recesso escolar, de 16 a 20 de julho. Já nas Escolas Municipais de Educação Infantil, a recuperação se dará com atendimento no período do recesso, em eventos aos sábados ou nos dias de “hora-atividade”, ou ainda, com a ampliação de 30 minutos na carga horária diária. “Na educação infantil as aulas foram suspensas nas 13 EMEIS por dois dias. “Já no ensino fundamental, cinco escolas cancelaram as atividades por três dias e outras 15 instituições da rede só voltarão na próxima segunda-feira, dia 04 de junho, somando cinco dias de suspensão.”