Correio do Povo | Notícias | Moradores reclamam da falta de manutenção em ciclovia de Novo Hamburgo

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

  • 01/06/2018
  • 10:42
  • Atualização: 15:36

Moradores reclamam da falta de manutenção em ciclovia de Novo Hamburgo

O pior trecho apontado por usuários fica nas imediações da Estação Fenac

Um dos problemas é a falta de asfalto em parte da ciclofaixa | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

Um dos problemas é a falta de asfalto em parte da ciclofaixa | Foto: Stephany Sander / Especial / CP

  • Comentários
  • Stephany Sander

Moradores reclamam da falta de manutenção na ciclovia de Novo Hamburgo. A estrutura, construída sob os trilhos da trem, faz parte das obras de expansão da Trensurb e conta com 4 quilômetros, entre as estações Santo Afonso e Novo Hamburgo. Conforme os usuários, o pior trecho fica nas imediações da Estação Fenac. "Parte do gradil, no entorno do arroio, foi danificado em um acidente de carro e segue sem conserto há mais de 15 dias. Além disso, o próprio asfalto não é bom. Está irregular e com buracos", relata a estudante Amanda Lemes.

As melhorias na estrutura são de responsabilidade da Trensurb e da Prefeitura de Novo Hamburgo. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a Trensurb será notificada sobre os danos nas grades. Já a recuperação do asfalto, está programado para passar por melhorias por parte da Secretaria de Obras Públicas, Serviços Urbanos e Viários. A Trensurb, entretanto, informou que a ciclovia, o arroio e o gradil são obras complementares à expansão da linha exigidas pelo município e não estão "caracterizados com áreas de utilização operacional da empresa".

Esclarece ainda que, se o problema for causado por algum vício de execução, pode estar abrangido pela garantia de cinco anos da construtora. Mas, se o problema for por vandalismo, mau uso ou acidentes, "a Trensurb não possui recursos e tecnicamente não pode assumir custos de manutenção em uma área que não é de sua propriedade", informou em nota.