Correio do Povo | Notícias | Prefeitura de Passo Fundo estuda local de venda de produtos pelos índios

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

  • 03/07/2018
  • 13:27
  • Atualização: 13:38

Prefeitura de Passo Fundo estuda local de venda de produtos pelos índios

A preocupação das autoridades é com a presença de crianças e adolescentes na área central

Reuniões estão sendo feitas para definir local para a venda | Foto: Alex Borgmann / Especial / CP

Reuniões estão sendo feitas para definir local para a venda | Foto: Alex Borgmann / Especial / CP

  • Comentários
  • Agostinho Piovesan

A Prefeitura de Passo Fundo vem promovendo reuniões com o Ministério Público, Conselho Tutelar e outros órgãos que atuam na proteção de crianças e adolescentes, para tratar sobre a venda de artesanato pelos índios. Os índios caingangues de aldeias do Norte do Estado se deslocam para a maior cidade da região a fim de vender seus produtos.

Comissão discutirá migração indígena em Gramado

As autoridades públicas locais mostram preocupação especial em relação à presença de crianças no centro da cidade comercializando produtos. Os pais índios levam consigo os filhos, que auxiliam na comercialização de artesanato, como balaios, arcos, flechas, bijouterias e outros produtos. O secretário municipal da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, Wilson Lill, destaca que algumas cidades já definiram legislação sobre o tema e o mesmo está sendo estudado em Passo Fundo.

O secretário informou que um dos pedidos dos índios é a definição de uma área, com banheiros, onde possa desenvolver seu comércio. “A Administração Municipal sugere a criação de um espaço semelhante aos camelódromos, mas os índios não aceitaram a proposição”, observa.