Correio do Povo | Notícias | Obras de novo acesso ao bairro Forqueta, em Caxias do Sul, levarão dez dias

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 29/07/2018
  • 15:21
  • Atualização: 18:22

Obras de novo acesso ao bairro Forqueta, em Caxias do Sul, levarão dez dias

A remoção da estrutura do antigo pedágio na ERS 122 começou na semana passada

Os trabalhos na ERS 122 começaram na semana passada | Foto: Celso Sgorla / Especial / CP

Os trabalhos na ERS 122 começaram na semana passada | Foto: Celso Sgorla / Especial / CP

  • Comentários
  • Celso Sgorla

A empreiteira contratada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) para remover a estrutura do antigo pedágio entre Caxias do Sul e Farroupilha na ERS 122 começou o trabalho na semana passada. A remoção total deve demorar cerca de 10 dias. Enquanto os trabalhos estiverem sendo realizados, o trânsito fica em meia pista causando lentidão no trecho. A retirada da estrutura faz parte de um projeto que visa remodelar o acesso ao bairro Forqueta, em Caxias do Sul, um dos principais gargalos da rodovia, especialmente em horários de pico. Conforme a Polícia Rodoviária Estadual de Farroupilha, transitam pela ERS 122 média de 30 mil veículos por dia.

O Daer informou que construirá um canteiro central onde fica o antigo pedágio de Farroupilha. Para a execução dos serviços, os tachões e blocos de concreto estão sendo removidos. Depois de concluído o projeto, os motoristas que trafegam no sentido Caxias do Sul/Farroupilha devem seguir até a antiga praça de pedágio para acessar ao bairro. Dessa forma, não será preciso cruzar as pistas de sentido contrário para entrar em Forqueta.

O investimento na obra, segundo o Daer, é de R$ 200 mil e a conclusão dependerá das condições climáticas. O presidente da Associação de Moradores do Bairro Forqueta, Dagoberto dos Santos Junior, afirma que o único acesso à comunidade atualmente coloca em risco quem está tentando fazer a travessia, por isso, considera a obra de fundamental importância, visto que todos poderão acessar ao bairro de forma mais segura. A localidade conta com cerca de 6 mil pessoas, segundo a associação.